Fudendo no estacionamento da faculdade

Olá, tenho 20 anos e curso direito. Não direi em qual Universidade, pois correria um certo risco, o nome dela tbm não direi, pois é casada e do tipo “samaritana” longe de qualquer dúvidas. Chamarei-a de Flávia.

Ela é do tipo magra,tem 27 e uma filhinha, elegante, seios pequenos, bundinha bem arrendondada, uma delícia de mulher! Loira mel, olhos verdes, pele clara com aqueles pelinhos loiros de deixar qq marmanjo doido.

Ocorre que Flávia até meados do curso, estamos quase nos formando, sempre limitou-se a cumprimentar-me, porém de um tempo pra cá, acredito eu que sem intenção recíproca, formamos um grupo, não só estudantil, como de amigos, no qual sempre estávamos juntos. Continue lendo Fudendo no estacionamento da faculdade…

Dei a bundinha pro filho do meu padastro

isso q eu vou contar agora é um fato que ocorreu comigo ha uns 3 meses e me deixa louca de tzão quando eu me lembro. meu nome é Erika tenho 18 anos , sou loira , olhos verdes , cabelos lisos , pele branquinha , tenho 1,71m de altura , e modestia aparte me acham bonita e gostosa. meus pais são divorciados desde q eu tinha 8 anos , e a mais ou menos 2 anos minha mãe conheceu um cara o andré , e estão juntos a todo esse tempo , moram juntos , são praticamente casados. o andré tem 2 filhos uma menina de 22 anos e um menino de 20 o guga, mas todo mundo chama ele de alemão, ele é simplesmente maravilhoso , desde a primera vez q eu o vi me apaixonei, ele é lindo e muito gostoso, aqueles tipos altos e fortões , loiro olhos claros , enorme,com tattoo tribal no braço ,faz musculação todo dia a não sei qto tempo, tudo oq

Continue lendo Dei a bundinha pro filho do meu padastro…

Na academia sem calcinha

Ola a todos.
Me chamo Juliana, tenho cabelo castanho escuro, pele clara, 1,62m 42kg, e sou nova.
**Talvez tenham informações que façam mais sentido se lerem os contos anteriores.

Bom, depois de perder a virgindade não parei mais, dava sempre pro amigo, muitas loucuras, como sabia que andar sem calcinha deixava ele louco , sempre que possível eu tirava; não ficava mais com os outro meninos, só com ele, após meses na casa nova, minha mãe já conhecia toda vizinhança, e se deu muito bem com a vizinha de muro, vivia uma na casa da outra, o marido da vizinha vivia viajando, e ela gostava da companhia da mãe, quando o marido tava em casa, sempre perguntava se a gente precisava de ajuda com alguma coisa, trocar uma lâmpada, uma tomada, essas coisas… em uma determinada semana aconteceu um negócio entre a gente, que eu já contei em outra história.

Continue lendo Na academia sem calcinha…

Desabafo de uma Puta

Sou puta desde criança, sempre gostei de ser desejada, desde qdo os amigos do meu irmão me olhavam me comendo com os olhos, fui ficando adolescente e continuei a me sentir puta e a querer dar para muitos homens que me olhava com desejo até amigos do meu pai agora.
Mas eu era virgem então só me ensinuava pra eles adorava ver aqueles olhares me desejando. Imaginando como seria uma transa.
Adorava me esfregar com os garotos que conhecia e ficava beijando e não podia fazer nada porque ainda era virgem.
Até que perdi a virgindade e depois só queria dar e dar pra quem me quisesse.

Continue lendo Desabafo de uma Puta…

Meu marido transando com meu amigo gay

Me chamo Fernanda, costumam me chamar de Fê, tenho 35 anos, 1,61 de altura, pele branca, cabelo lizo e preto até próximo à metade da cintura com franjinha na testa, olhos castanhos escuros, não sou nenhuma mulher malhada tipo panicat, sou gordinha porém com a curva do quadril bem acentuada e uma bunda bem farta porém com um pouco de celulites e estrias, seios médios e um pouco caidos devido a amamentação de minha filha, calço 34 e considero uma das partes mais bonitas do meu corpo e sempre percebo homens e mulheres observando eles, e trabalho em uma instituição financeira. Sou casada com Roger à 12 anos e tivemos 1 filha. Roger tem 38 anos, branco , olhos verdes e cabelos claros e encaracolados, tem 1,82 e é magro, apenas com aquela barriguinha de homem casado, mas nada muito grande, enfim, Roger é um homem atraente por sua altura e olhos , Roger tem um mercadinho de bairro ao lado de nossa casa.
Bom vamos ao relato Continue lendo Meu marido transando com meu amigo gay…

Minha gostosa consulta com o ginecologista

Olá, me chamo Sofia e vou contar sobre minha gostosa consulta com o ginecologista.  Sou ruivinha, branquinha, seios médio e bicudos, bundinha arrebitada, coxas grossas, e uma buceta lisinha. Sempre fui uma putinha desesperada por sexo. Atualmente tenho 19 anos, quando isso aconteceu eu tinha por volta de uns 16. Estava à procura de uma clínica qualquer em busca de vaga para uma consulta de rotina e encontrei uma perto da minha casa. Consegui uma vaga no último horário daquele mesmo dia. Voltei para casa tomei um banho, como de costume me depilei, coloquei uma blusa, e um shortinho sem calcinha por baixo, que estava tão socado na bunda que dava pra ver boa parte de minha buceta carnuda. Cheguei na clínica, e a recepcionista pediu pra que eu esperasse pois eu já era a próxima e última a ser atendida. Eu tinha quase

Continue lendo Minha gostosa consulta com o ginecologista…

Segredos de uma noivinha II

Os pais de Ivan e Valerie tinham se encontrado num elegante restaurante para tratar do casório deles. Os pais de Valerie vinham de tradicional família de comerciantes, uma mistura de portugueses e árabes.
O pai de Ivan, era um oficial superior da marinha e Lea sua segunda esposa, portanto madrasta de Ivan, era uma mulher de rara beleza, porém bastante recatada e aparentava seus trinta e poucos anos devido ao modo conservador de se vestir.
Mas isso foi só até esta noite, pois uma semana depois ela foi gentilmente persuadida a fazer sexo oral e se deixar sodomizar por um jovem de dezenove anos, amigo de Valerie da mesma faculdade onde estudavam.
Sem contar que isto aconteceu na edícula perto da piscina onde estavam o marido, o enteado Ivan e a noiva Valerie.
Bom, isso já foi contado e está em algum canto desse espaço cibernético. Agora pulemos para alguns dias após o jantar mencionado no começo.

Continue lendo Segredos de uma noivinha II…