A dentista insaciavel

Ola, sou um homem casado, tenho 27 anos, 1,95m, 90kg, moreno claro, este relato aconteceu de fato no começo desse ano (2006). QUando eu e minha mulher fomos a uma dentista na cidade que moramos, Uberlandia, MG, como não conheciamos nenhum profissional dessa area, fomos logo na primeira que achei na lista. Chegamos para consultar juntos, entramos e conhecemos a Dra. Paula, aparentemente muito seria, até pegar na minha mão e sentir o meu calor. Naquele dia tudo foi tranquilo, conversamos sobre o que seria o trabalho dela e marcamos as consultas para a proxima semana. Como minha mulher estuda a tarde nossas consultas não foram no mesmo

horário, ela ia de manhã e eu a tarde. Logo no primeiro dia, uma quarta-feira a tarde por volta de 17:00hs, fui chegando ao consultorio e sendo recebido diretamente pela Dra. Paula que havia dispensado a recepcionista da clinica. Ao me receber ela estendeu a mão já posicionando-a de modo que beijasse, o que fiz naturalmente. Entramos para a seu consultorio, ela então começou a preparar a cadeira enquanto eu aguardava sentado, enquanto isso fomos conversando para nos conhecermos, ela perguntou sobre meu tempo de casado e tudo mais, eu respondendo normalmente e reparando seu corpo
que se debruçava sobre o equipamento para deixá-lo organizado, era uma mulher gostosa, magra, seios empinadinhos, coxas torneadas, bumbum medio e definido. Num de seus comentarios ela disse que achou minha mão muito grande e macia assim como meus lábios que haviam beijado sua mão, comentando em seguida que minha mulher era de sorte em ter essas mãos e tudo mais. Fiquei um pouco timido com o comentário mas confesso que gostei. Então ela pediu para que eu deitasse na cadeira para começarmos com o tratamento. Deitei e deixei o braço solto de modo que ela se encaixasse na cadeira com meu braço no meio. Percebendo minha intensão ela sentou no seu banquinho e encaixou as pernas bem no rumo da minha mão de modo que se eu me mexesse tocaria na sua xota. A primeira consulta foi de limpeza total… enquanto ela limpava meus dentes eu de vez em quando movimentava a mão passando o dedo na sua buceta delicadamente como se fosse a coisa mais normal do mundo e ela se remexia como se estivesse acomodando para que eu a deixasse mais excitada. Terminada a limpeza ela disse: agora está pronto para mostrar esse novo sorriso, seus beijos agora serão bastante requisitados… percebi que ela estava louca para me dar um beijo pela proximidade que falava comigo… nisso toquei na sua xota e puxei-a
pelo pescoço dando-lhe um beijo bem gostoso… quando conseguiu se soltar me falou: nossa que beijo delicioso, estava querendo isso desde quando peguei na sua mão grande e macia, puxei-a novamente e dessa vez ela veio por cima de mim cima sentando sobre meu cacete que já estava duro…comecei a beijá-la com paixão enquanto tirava sua roupa, era a dentista mais gostosa que já tinha visto.. seus peitos eram empinadinhos uma barriguinha sarada…me sentei e chupei aqueles peitos ao que ela gemia de prazer…levantei e a prendi encaixada no meu corpo a
levando para a mesa de pedra que tinha no consultorio, coloquei-a de costas para mim e desci sua calça branca.. sua calcinha era vermelha e estava molhada na região da xota. Pedi que ela se debruçasse na mesa e comecei a morder sua bunda levando a mão na sua buceta e acariciando seu clitoris… ela gemia como uma gata no cio…desci sua calcinha
abri suas pernas com as mãos e de joelhos comecei a lamber sua buceta que estava molhada e vermelha de tanto tesão… não aguentando por muito tempo ela se virou e pediu que eu a fodesse logo pois queria sentir o tamanho do meu mastro, desceu minha calça e viu que meu pau estava duro e que era grosso, então, como se estivesse hipinotizada, abaixou-se e começou a chupá-lo com veemencia como se quisesse engolir tudo, enquanto isso apertava minhas pernas como se abraçasse o que tinha de mais precisoso… peguei-a pelos cabelos e fiz com que levantasse, coloquei-a novamente de costas e segurei na sua cintura.. coloquei a cabeça do meu pau na sua gruta e começei a brincar na portinha daquela xana
batia com o kcete na sua xota para ouvir o barulho… ela ficou louca com isso e gemia sizendo meeeeete meeeete… na terceira vez que ela gemeu enfiei todo o meu pau naquela buceta molhada…
Dra. Paula soltou um gemido alto Uuuhhhhhh… me fode gostoso vai…. percebendo que dominava a situação retirei lentamente meu pau de dentro dela e comecei com movimentos alternados ora colocando a cabecinha ora indo até as bolas…ela gritava e dizia que estava ficando louca de tesão… puxei-a pelos ombros fazendo-a encostar em meu peito de forma que seus seios ficassem empinados.. comecei a
acariciar seus mamilos com as mãos.. ela pedia para meter mais e mais… então a debrucei novamente na mesa, segurei firme na sua cintura e comecei novamente a bombar metendo cada vez mais rápido… segurando firme e forte e metendo batendo as bolas na sua xota…fazia tanto barulho que fui ficando mais e mais excitado… ela rebolava e gemia sua xota até espumava pelo atrito com meu pau… naquele movimento louco anunciei que ia gozar ao que ela pediu para fazer isso na cara dela… arranquei o pau da sua xota e ela se virou e abocanhou meu pau chupando como se fosse um sorvete.. não aguentei
e jorrei um jato de porra dentro de sua boca… ela engoliu e continuou chupando meu kcete me deixando louco … comecei a movimentar metendo na sua boca agora até meu pau ficar duro de novo isso levou uns 20 minutos, e ela não se cançava de me chupar… percebendo minha reação ela se deitou de quatro na cadeira e pediu que eu metesse no seu cuzinho agora que estava lubrificado… não pensei duas vezes… abri sua bunda com as mãos e coloquei a cabeça inchada do meu cacete na portinha do cuzinho da Dra. Paula que para facilitar começou a se mexer rebolando na cabeça do meu falo piscando aquele cuzinho avermelhado…. achei aquilo demais… apoiei na sua cintura e a puxei com força ao que meu pau penetrou totalmente no seu rabinho que queimava de tesão… nessa hora ela gemeu Aiii que homem gostoso… sabe pegar uma mulher de jeito…..fode de todos os jeitos que eu gosto… meti no seu rabo como se fosse feito para mim… ela gemia e apertava meu pau com tesão… de repente anunciei que ia gozar novamente ela dessa vez pediu para gozar dentro…o que fiz fartamente… depois de ter gozado ela veio me beijando dizendo que a partir de agora queria ser minha sempre… que estaria a minha disposição para que eu a fizesse de amante.
Me convidou para tomar um banho no banheiro que tinha no consultorio, tomamos banho juntos nos beijamos muito no banheiro… depois vesti minhas roupas e me despedi daquela maravilhosa
dentista já deixando marcada a consulta da proxima semana…. Na outra semana a secretaria não havia sido dispensada…e isso foi muito bom e será narrado no proximo conto… Se gostou do conto me escreva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *