Enfim realizei o fetiche do meu marido

Eu não consigo entender o tesão que o meu marido tem em me ver com outro. Falo isso pra ele a anos, mas já que ele gosta, eu aproveito pra me divertir e dar bem gostoso pra outros homens.

Quem já leu meus contos sabe muito bem q somos um casal liberal, melhor dizendo, ele é liberal pq eu não deixo ele pegar outra mulher, só de vez em quando e comigo junto.

Sabendo dessa tara do meu marido, vou contar o que aprontei.

Estávamos em São Paulo a negócios, eu, meu maridinho e nosso advogado. Depois de um dia exaustivo, chegamos no apto para tomarmos um banho e sair pra jantar.

Tomei um banho, coloquei um vestidinho de alcinha, sem sutiã que deixa meu corpo uma delicia, estava muito quente e fomos jantar.

Vou falar um pouco do Helder nosso advogado, quem ja leu meus contos sabe muito bem que no passado eu ja sai com o Helder, melhor dizendo eu e o meu marido já saímos com o Helder, isso fortaleceu nossa amizade ao ponto de hoje a gente ser bons amigos. Nunca mais tivemos nada um com o outro, amo meu marido e o respeito muito.

Bom, o jantar transcorreu alegremente, tomamos duas garrafas de vinho e o papo estava descontraído. Na mesa ao lado tinha três mulheres lindíssimas, muito gostosas com uma roupa que valorizava os seios deixando-os sensuais e levemente amostra.

Sei que o ponto fraco do meu marido são os seios, ele não pode ver uma mulher de belos seios que fica louco.

Dai os dois bonitos começaram a me provocar dizendo que se eu não estivesse ali eles já teriam pego as três. Meu marido conseguiu me irritar e eu falei que teria troco, me levantei e fui no banheiro, (mulher vai ao banheiro mesmo qdo não precisa ir).

Quando voltei os dois estavam dando rizada, perguntei o motivo e eles desconversaram me dizendo q era bobagem, seu sentei ao lado do Helder como se fosse sua esposa e meu marido ficou com cara de pasmo. Dai eu disse,….ué acabou a graça? Os dois ficaram sem reação e dai eu comecei a dar rizada e a provocá-los.

Agora eu estava no comando e não iria perder a oportunidade. Como eu estava sentada bem ao lado do Helder, virei e dei um beijo na sua boca bem gostoso.

Helder ficou parado sem reação com medo do meu marido, as três bonitas olharam com cara de espanto pois ate cinco minutos atras eu estava sentada com o meu marido. Mulher é foda quando pega pra judiar. Claro que depois disso, as três perceberam que eu tinha estragado a paquera dos meus dois homens, eles com o pau mole pediram a conta e fomos embora.

Assim que levantei, já fui ao lado do meu marido, abracei, dei um beijo nele e saímos como um casal apaixonado, não sem antes eu dar aquela olhadinha para as três bonitas que estavam de boca aberta olhando pra nos.

No carro, Helder e o meu marido ficaram zuando comigo, falando q eu era foda mesmo, que eu tinha acabado com a paquera deles, etc, etc, etc. Demos muita rizada e eu falei que era pra eles aprenderem que quem manda aqui sou eu.

Chegamos no apto e logo o Helder falou que iria deitar pois estava muito cansado. Acabei de arrumar umas coisa na cozinha e fui pro quarto com o meu marido.

Deitamos e começamos a conversar. A conversa foi pro lado do sexo, perguntei se ele tinha ficado bravo de eu ter beijado o Helder no restaurante, falei que eu tinha adorado fazer aquilo, meu marido fui ficando de pau duro. Ele perguntou se eu estava afim de dar pro Helder, falei que estava sim, que qdo eu beijei ele, minha bucetinha ficou completamente molhada, e que eu estava louca pra chupar o cacete dele.

Meu marido me chamava de vadia, putinha, biscate, falava que eu era mesmo uma vagabunda, seu cacete estava duro feito pedra. Comecei a chupar seu cacete e quando meu marido estava no ponto, parei, dei um beijo na sua boca e falei……………SOU TUDO ISSO SIM MEU AMOR, SOU SUA PUTA E VC É MEU CORNINHO, AGORA FICA AQUI ME ESPERANDO QUE VOU METER GOSTOSO COM O HELDER.

Levantei e sai peladinha em direção ao quarto do Helder.

Entrei, ele estava dormindo, deitei ao seu lado e dei um beijo nele. Helder acordou assustado perguntando do meu marido, falei que ele tinha dormido por causa do vinho e me deixado na mão com muito tesão, ainda mais depois de ter beijado ele no restaurante. Falei que estava louca pra meter com ele, fui pegando no seu cacete q a essa altura já estava duro. Cai de boca e chupei aquela pica deliciosa que a tempos eu não experimentava. fizemos um 69 e Helder chupou deliciosamente minha bucetinha com sua língua, ele faz isso muito bem me fazendo gozar na sua boca.

Helder falava coisas deliciosas no meu ouvido, que eu era linda, gostosa, cheirosa, que metia muito bem e que ele estava louco de saudades de mim, que era pra eu sempre chamar ele pra sair pois seria muito bom a gente curtir um momento só nosso.

Eu ali sendo fodida escutando tudo isso e pensando no meu maridinho corno no quarto ao lado, ai que tesão como e gostoso meter com outro e deixar meu maridinho ali escutando eu gemer na vara do Helder.

Meu tesão estava tanto que eu perguntei se ele não queria comer meu cuzinho, que hoje eu queria dar tudo pra ele, que era pra ele aproveitar.

Helder imediatamente tirou da minha buceta e caiu de língua no meu cuzinho deixando bem lubrificado, me colocou de quatro e começou a penetrar, doía muito e eu gemia cada vez mais alto, queria q o corno do meu marido percebesse que eu estava dando o cuzinho.

Deixei o Helder fuder bastante meu rabinho e a dor foi se transformando em prazer acabei gozando gostoso com o cacete dele no meu cu.

Mas eu queria mais, queria gozar mais uma vez, eu estava literalmente no cio, queria pica, muita pica. Tirei o cacete do meu cu e comecei a dar uma bela chupada, Helder se contorcia de tesão e sabendo que ele não iria aguentar muito tempo, fiquei de quatro na cama e falei pra ele encher minha buceta de porra.

Helder metia forte balançando meus seios doloridos de tesão, como ele mete gostoso e como sabe fazer uma mulher ver estrelas, gozamos juntos aos berros sem lembrar que meu corno estava ao lado. Assim que relaxamos, retirei seu cacete ainda duro da minha buceta e chupei gostoso deixando limpinho, engoli sua porra, dei um beijo nele agradecendo a bela trepada e fui para meu quarto.

Cheguei lá e meu marido estava dormindo, não acreditei !!!!!!! como é possível um homem dormir sabendo q sua vadia estava dando pra outro no quarto ao lado. Fiquei puta da vida e pensei……………ah seu corno, hoje vc vai ver oq é ter uma puta em casa.

Subi bem devagar na cama e coloquei minha buceta cheia de porra na boca do meu maridinho e comecei a esfregar. Ele acordou e começou a lamber minha buceta, eu falava que estava louca pra dar pra ele e perguntei se minha buceta estava gostosa, ele disse que estava sim, muito gostosa e molhadinha. Então eu falei chupa tudo meu corno, engole toda porra do Helder e deixa ela limpinha pra vc fuder.

Meu marido teve uma ereção na hora e eu cai de boca no seu cacete, eu esfregava minha buceta na sua cara, na sua boca e não deixava ele tirar a boca dela. Ele esperneou querendo sair mas logo foi se acalmando e como um corno mano se entregou ao prazer deixando a braveza de lado.

Continuei sentada na sua cara e comecei a contar tudo que tinha feito com o Helder nos mínimos detalhes, e podem acreditar, isso foi me dando um tesão tão grande q acabei gozando na boca do meu marido. Descobri que tenho muito tesão em contar os detalhes da minha traição pra ele, ou seja, agora tanto ele como eu vamos “aproveitar” nosso fetiche.

Meu corninho me colocou de conchinha e meteu gostoso seu cacete na minha buceta por trás enquanto mais uma vez eu ia falando como eu tinha dado pro Helder. Mandei ele colocar no meu cuzinho, e qdo ele viu que entrou sem resistencia perguntou se eu tinha dado o cu pro Helder, falei que tinha. O cacete do meu marido inchou na hora dobrando de espessura, foi um tesão tao grande ele saber q sua puta tinha dado o cu pra outro q não aguentou e inundou meu rabinho. Gozamos deliciosamente juntos e acabamos adormecendo ali grudadinhos.

É isso ai meus leitores, bjs

12 thoughts on “Enfim realizei o fetiche do meu marido

  1. Procuro machos ou grupo de machos ativos para me enrabar sem dó de verdade. Podem me dominar e fazer TUDO que quiserem comigo, mesmo se eu pedir pra parar e precisar ser à força.

    Meu whatsapp +55 19 99481-8715.

    Tenho vídeos e fotos em
    Sou de Campinas/SP tenho local.

  2. Delicia de relato.Se alguma mulher leu e ficou molhadinha, me contate pois estou excitado.
    [email protected]
    sp capital, interior de sp e viajante
    Não quero e mail de homem, sexo virtual, baixaria e prostituição
    Traga sua esposa para vê-la transando comigo

  3. Sou casado e estou a procura de outros casais onde o esposo gosta de ver sua esposa fudendo com outro homem também posso comer o cuzinho do esposo na frente da mulher dele claro ( MINHA ESPOSA NÃO PARTICIPA ) tenho só 19 centímetros de pau porém minha esposa reclama me dizendo que ele é muito grosso. Nunca pratiquei incesto mais eu sou viciado em ver videos caseiros ou histórias reais de pai fudendo a filha ou tio fudendo a sobrinha. Meu zap é (062) 9 94 44 30 27

  4. Procuro mulher sozinha fogosa ou esposa cujo marido sinta vontade de me ver transando com sua esposa.Não aceito baixarias nem envolvimento financeiro.Tenho local, sou saudável e sigiloso. são paulo capital campinas, interior de sp e viajantes
    [email protected]
    Estou sempre excitado e desejo conhecer mulher que viva com a calcinha molhada de tesão.
    Ninguém precisa saber o que faremos na intimidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *