Era para ser só uma carona

Oi meu nome e juliana,tenho 26 anos sou branquinha,peso 48kls e tenho um metro e meio de altura meu corpo não e muito avantajado mas mesmo assim atraio muitos olhares. Sou casada a 7 anos e nunca tinha nem imaginado trair meu marido. Mas nem TD e com a gente quer não e mesmo. Quando tinha 16 anos era muito baladeira e um certo dia em uma dessas baladas conheci um homem chamado Pedro um cara simpático e muito bonito, bem alto Moreno e cheiroso conversa vai conversa vem fomos para casa dele e transamos bem gostoso pela primeira vez, depois disso saímos mais algumas vezes por uns 5meses +ou-ate que me mudei pra o estado de SP e realmente me esqueci dele.


Quando já estava com 25anos já morando em minha cidade de novo casada e feliz.
Um certo dia voltando do trabalho a pé pq tinha q comprar algumas coisas antes de ir pra casa dou de cara com o Pedro q já me comprimentou com um abraço forte e demorado levei um susto.
Depois fomos ao mercado juntos conversando sobre tudo oq fizemos durante os anos q não nos víamos rimos muito terminamos a nossas compras e ele me ofereceu uma carona e eu ingênua topei afinal era um velho amigo oq poderia acontecer de ruim? Como eu estava enganada . Kkkkkkk
Assim q ele saiu com o carro ele disse q morria de saudade de trepar gostoso comigo, eu disse q não podia pq meu marido era maravilhoso eu não faria isso com ele.
Quando chegou na esquina da minha casa ele perguntou se meu marido estaria lá espliquei q meu marido estava na chácara do pai dele por dois dias, ele me olhou maliciosamente e passou direto pela minha casa e acelerou o carro. Meu Deus nessa hora já comecei a tremer. Ele disse fica calma você não vai se arrepender. Eu disse nao e ele pegou uma faca em baixo do banco do carro e disse fica calma.
Com medo obedeci quando ele pegou a estrada de terra já até sabia q íamos para o ranço dele. Fiquei com mais medo ainda. Chegamos no rancho ele parou carro na porteita. Eu decidi correr mas antes de dar tres passos ele me pegou pelo braço e disse eu quero q seja bom pra nois dois mas se você tentar qualquer coisa d novo te mato.
Entramos na casa q eu já conhecia tão bem, ele me arrastou para o banheiro e tirou a roupa depois com muito carinho e paixão tirou a minha depois já debaixo do chuveiro beijou cada parte do meu corpo e eu imóvel, como se nada estivesse acontecendo.
Só queria chorar e fugir dali .
Ele me pegou no colo e me levou para cama me jogou nela e continuol a me beijar por uns cinco minutos. Meu corpo já começava a dar cinais de excitação mas me mantive petrificada, ele levantou pegou um lubrificante de chocolate e menta e passou na portinha da minha chana até ficar bem molhadinha, eeu já não estava mais aguentando mas toda vez q ia ceder me lembrava do meu marido e me continha então ele colocou a camisinha e se encachou entre minhas pernas e começou a me penetrar bem divagar como se tivesse todo o tempo do mundo a essa altura já não aguentei mais e gemi bem gostoso e então ele sorriu e disse, isso continua, você se lembra da última vez q viemos aqui te disse q não era a última e você não acreditou né? Eu já não parava de gemer e me lembrar de quanto prazer já tinha tido naquela cama e me entreguei totalmente. Foi aí q ele tirou aquela rola grossa e grade da minha bucheta e pediu me chupa do geito q só você sabe nuca mais ninguém me chupou daquele geito.
A essa altura já não estava nem aí para nada tirei sua camisinha e comecei a lamber das bolas até a cabeça da Quelé pal maravilhoso depois q já estava bem babado comecei a chupar com toda a minha vontade começava pela cabecona e depois ia até o meio bem rápido sugando com força depois engolia o máximo possível, ele urrava de prazer, do nada ele me joga na cama d novo e fazemos um 69inesquecivel até gozarmos loucamente.ficamos em estasi por muito tempo, levantamos e fomos tomar banho eu nem conseguia olhar pra ele e pensava q meu marido não merecia ele percebeu que estava triste e me deu um beijo longo e pediu desculpa, nem esperou a resposta saiu e trancou o banheiro por fora.
Comecei a chorar de medo, arrependimento e raiva, passado alguns minutos ouço o barulho do carro, e fico com ainda mais medo.
Continuei meu banho por uns dez minutos,até ele abrir a porta entra e vai terminar o banho comigo em silêncio total, saímos do banheiro e fomos para cozinha onde a messa estava repleta de comida, mas me chamou atenção q tinha TD q eu gostava bolo de fuba, misto quente refri de uva e sorvete de morango, fiquei imprecionada em ver que ele se lembrava de tudo q eu gostava. Lançamos e ele pegou minha mão e disse gostaria q você ficasse mas se quiser ir embora te levo agora. Eu disse q queria ir sim,tiramos a mesa ele colocou a “nossa música” e me abraçou pediu desculpa de novo e emplorou para q eu ficasse.
Antes de falar qualquer coisa ele me arrastou para o quarto passou de novo o lubrificante e me penetrou com força do geito q eu gosto, rápido e selvagem ele me batia na bunda e puchava meu cabelo
Me dizia o quanto sou gostosa e q era o dia mais feliz da vida dele. E eu gemendo e pedindo mais q nem uma puta no cio. Ele pegou o lubrificante de novo e passou bastante na portinha do meu cuzinho depois com uma das mãos masejeava minha bucheta e com os dedos da outra mao penetrava meu rabo bem gostoso senti meu corpo estremecer e gozei gostoso de novo ainda nem tinha me recuperado e ele começou a comer meu cuzinho bem de vagar e não parava de esfregar meu grelo,
Ai meu Deus como tava gostoso ficamos assim por uns dez minutos, até ele aumentar as estocadas bem rápido acabei gosando de novo e logo depois ele.caimos um para cada lado e dormimos. Acordei já era três da manha.
Chamei ele q tínhamos q ir embora e fui tomar banho e ele foi logo depois. No banheiro ainda damos uma rapidinha.
Pegamos nossas coisas e fomos embora.
No carro ele me falou q queria me ver d novo e q nuca me esqueceria, e eu fiquei o tempo todo calada, quando chegamos na minha casa ele me beijou e me entregou um papel com o seu e-mail e telefone.
Sai do carro eu nem olhei pra tras.
E hj estou aqui no rancho com ele escrevendo a nossa aventura.
Se vocês gostarem conto mais de nossas escapadas
Bjs Juliana.

4 thoughts on “Era para ser só uma carona

  1. Hhuummm….putinha casada…assim que eu gosto bem putona. Tenho rola grossa e cabeçuda pra fuder cu e buceta de novinhas e casadas. Meu zap 11-95464-8431

  2. Delicia de relato.Não quero ficar vendo fotos ou vídeos.Quero conhecer mulher com a xaninha molhada para eu cair de lingua e enfiar meu pinto duro.
    Procuro mulher fogosa ou casal liberal cujo marido queira ver sua amada transando comigo. são paulo capital e interior de sp, campinas e viajantes.
    Tenho local mas posso ir até vc
    Não quero prostituição, baixarias e sexo virtual.
    Contato inicial pelo e mail
    [email protected]
    homem gostoso arroba bol ponto com ponto be erre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *