O melhor sexo

Meu nome é Aria, tenho 18 anos, tenho 1,60 de altura, sou branquinha e tenho os cabelos escuros e meu corpo é aparentemente malhado. vou contar oq me aconteceu há algum tempo. Eu estudo com um garoto, o nome dele é Guilherme, eu sentia uma atração por ele, mas nunca achei q fosse rolar nada. Com o passar do tempo essa minha atração foi ficando mais forte. Ele é um moreno alto, e tem um corpo malhado, um sorriso lindo, eu sonhava todos os dias em ficar cm ele, mas ele tinha namorada aí no último ano do curso, ele já n estava mais cm ela e ficava me olhando de

umaforma q eu perdia completamente a concentração nas aulas. Aí teve um trabalho q era em dupla ele me chamou para fazermos juntos. Fui até a casa dele, quando cheguei lá, percebi q estávamos sozinhos e ele estava sem camisa, bem a vontade. Então, a gente foi tentar fazer o tal trabalho, n conseguia me concentra, vendo ele daquele jeito, passava várias coisas pela minha cabeça. Eu comecei a olhar para ele e quando vi ele tbm estava me olhando, era um clima surreal; a gente se beijou e o negócio foi esquentando, ele tirou a minha blusa e meu short, e eu sentei de frente para ele, enquanto sarravamos. Aí senti sua mão tirando meu sutiã, e logo ele começou a chupar os meus seios, eu me ajoelhei e comecei a chupar o seu pau grande, percebi q ele estava muito excitado, ele segurava meu cabelo e gemia, eu levantei e ele me colocou nos braços, e começou a me fuder, metia gostoso na minha buceta, enquanto eu pedia por mais, aí ele me colocou de quatro e meteu com força na minha buceta, depois senti ele sarrando a cabecinha do Pau em meu cuzinho, eu n ia deixar, mas estava tão louca de tesão que deixei. Ele ficou forçando até o pau começar a entrar, estava doendo um pouco, mais eu queria sentir o pau dele todo dentro e pedi para ele colocar tudo, ele colocou , no começo foi dando leves batidas, depois ele fudeu meu cuzinho bem forte que eu gozei, Ele disse q estava perto de gozar também, então eu me preparei para sentir o gosto do leitinho dele. Depois desse dia, a gente se encontrou outras vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *