O primeiro anal da minha esposa

Bom dia, hoje irei contar como eu e minha esposa fizemos nosso primeiro anal…foi mágico, foi bonito foi , foi tesão foi….foi delicioso.
Minha esposa conforme outros contos aqui citados é uma mulher real do dia a dia, loira 1,75 acima do peso muito linda e especial…pois é meu maior amor. Eu sou moreno claro 1,63 82 quilos 19cm de dote.
Era mês de setembro, data do nosso aniversário e minha esposa resolveu fazer uma pequena comemoração para família e amigos. Fizemos essa comemoração em uma casa de praia, estavam presentes apenas família e poucos amigos e amigas…durante todo o dia rolou muita comida (salgados, feijoada, carne..etc), e como não poderia andar separados muita bebida (cerveja, vodka, vinho). Minha esposa atendeu a todos divinamente com atenção e muita cordialidade, porém todo tempo tomando drinks, vodka e cerveja…logo já fui vendo seu jeito mudar, ficando muito alegre, sorridente falando

sacanagem com muitas das pessoas que lá se encontravam, mas tudo corria muito bem..na maior alegria e ótimo clima.
Como sou meio tarado por ela, e era doido para comer o cuzinho dela, e que cuzinho lindo todo rosinha muito lindo e virgem ..por diversas vezes nós fantasiamos esse dia, onde quando fudíamos ela de quatro, eu brincava com o cuzinho dela, enfiando um dedo e até dois, quando ia chupar a bucetinha dela passava a língua em seu rabinho, ela gemia gostoso e falava :_ Safado ta doido pra fuder meu cú…. me deixa toda arrepiada passando a língua no meu cuzinho, acabo dando pra vc rasgar ele. Eu ficava de pau duro e fudia a noite toda imaginando o dia…

Pois bem, voltando a festa, ela fazendo tudo para agradar e eu ajudando em um momento da festa fui na cozinha pegar refrigerante e ela estava aquecendo a feijoada, ela pediu para eu ajudar a virar o caldeirão, eu fui ajudar e ela encostou a bunda no meu pau e começou a rebolar gostoso, e esfregava e com a mão para traz já pegava no meu cacete , que já estava todo duro..ela falava pra mim : Meu safado já ta com essa rola grande durinha, e eu nem comecei…hoje vc não me escapa, quero usar muito você, de todo jeito…

Nossa fiquei maluco, não via hora de ir embora pra devorar aquela buceta gostosa…sai da cozinha ajeitando o pau..que mal cabia na bermuda. Lá pelas 18 hs após tudo terminado ela me chama para irmos embora. Pegamos o carro e já nos caminhamos para casa, ao sairmos da casa de praia, ela já me tascou um beijo me deixando de pau duro, pegando na minha pica já dura, ela arrancou a bermuda jeans que vestia, mandou eu parar o carro, desligou e já veio sentando na minha pica toda dura e dizendo…Ai safado to precisando dessa pica na minha buceta, olha como ela toda molhada, e já veio sentando, apenas tirou a calcinha de lado e sentou com a buceta no meu pau, que entrou de uma só vez tamanho era a lubrificação que ela estava… começou a cavalgar forte e pedia, preciso da sua porra na minha buceta, enche minha buceta de porra, não aguentava mais esperar..fode…e cavalgava no meu pau, não demorei e entreguei o que ela queria ..quatro jatos de porra fortes e quente..quando ela sentiu a porra no seu útero ela gritava….ai que porra gostosa..quente ai to gozando…to gozando safado…

Terminado essa foda rápida, achei que ela já estaria satisfeita e até me bateu uma ponta de tristeza…no caminho ela apenas de calcinha e blusa, resolve andar na duna, ao sair via sua buceta escorrer minha porra que molhava sua calcinha…já foi o suficiente para me deixar de pau duro de novo…ela andando com a buceta escorrendo minha porra. Quando ela olhou e viu meu pau duro de novo, Já soltou…O safado já ta afim de fuder de novo é…veio e me tascou um beijo delicioso esfregando o corpo no meu, eu senti a calcinha toda melada esfregar em mim, só me dando mais e mais tesão..achei que íamos fuder ali mesmo, mas ela me chamou para o carro.

Fomos em direção de casa, ela sentou de frente para mim , moveu a calcinha d elado e começou a tocar uma siririca, enfiando o dedo na buceta e enfiando na boca. No caminho de casa tem um motel, ela mandou eu entrar no motel, mais que depressa entrei..já no quarto ela entrou pelada, me jogou na cama e já começou a fuder gostoso…como há muito não fudia…e que buceta deliciosa, quente úmida e apertava meu pinto..fudemos uma hora, mas ela pediu não goza….hoje você vai me dar porra no cú….pirei que quase gosei…mas ela saiu de cima de mim, deitou de costas na cama, abriu as pernas e pediu, chupa minha buceta, lamb meu cu..deixa ele molhadinha pra essa pica grande rasgar ele….mela ele…hoje você vai rasgar essa sua putinha..nem acreditava…mais que depressa cai d eboca e chupei a buceta dela ate ela gozar duas vezes e passava a língua naquele cuzinho rosa, e ela gemia e piscava o cuzinho….depois de uma gozada daquelas que ela tremia todinha, ela me olha com uma cara de safada, de putinha deliciosa e pede…fode meu cú…agora.

Deitada de costas ela levantou as pernas e a segurou …dei uma lubrificada e mirei o pau no cuzinho e comecei a forçar, ela dizia vai devagar com esse caralho desse tamanho…fui forçando e senti quando a cabeça entrou ela soltou um gritinho de dor e prazer, perguntei se queria parar e ela disse…De jeito nenhum vai devagar que vou aguentar ele todinho…no tesão que estava fui enfiando devagar, segurando para não gozar..
Ela sempre falando.. fode meu cú, enfia devagar essa pica gostosa, vou gozar pelo cu no seu pau hoje…e quando vi meu pau estava todinho dentro…ela começou então a tocar aquela siririca mais gostosa e gritava ..vai fode…fode que delicia vou gozar pelo cu e pela buceta e eu socava forte e ela pedindo..mete..mete …em pouco ela anunciava o gozo…vai fdp fode o meu cú…e goza dentro dele…eu metia freneticamente…a ponto das bolas ficar batento nelas….ela gritava aiii estou gozando..to gozando e da sua buceta descia uma enorme quantidade de líquidos ….eu anunciei que ia gozar, quis tirar e ela disse…não quero porra no meu cu hoje…
Eu sentia o pau dilatar e gozei, dois..tres jatos de porra…e gozamos juntos…quando ela tirou meu pau a porra escorria do seu rabo…que delicia..ja me deixava de pau duro de novo…ela toda risonha entrou na banheira…me chamou e passamos o restante da noite fudendo…hora na buceta..hora nos chupando…hora ela pedia no cuzinho de novo…
Saimos do motel no outro dia de manhã, ela toda ardida e rasgada, mas dizendo…adorei dar meu cu para vc amor….
Ass. Marido feliz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *