Primeira Aventura de uma evangélica e sua amiga

Meu nome é Cristine tenho 23 anos casada evangélica 1.69 alt e peso 57 kg, meu marido é o Jr q tem 29 anos Caminhoneiro viaja muito. Me sinto muito sozinha pois nas tenho amigas no bairro que moro. No dia 07 de fevereiro encontrei no supermercado uma antiga amiga de escola a Carmem conversamos muito ela me convidou para ir ao galo da madrugada eu disse q não poderia ir pois era evangélica e não ficaria bem. Ela perguntou se meu marido estaria em casa no dia 10 eu falei q nao ele so chegaria em março, ficou insistindo pois não queria ir só pois o marido dela também estava de serviço por 24 horas pois é enfermeiro no HR ai eu falei nao tenho fantasia nem roupas para isso conversa vai conversa

vem acabei topando trocamos skype dei o meu evangelicaxt. cheguei em casa fui ao pc e entrei ela ja tinha me add, tc muito ela me mostrou a mascara q eu ia usar com ela no rosto ninguem ia me conhecer ae fiquei mas tranquila pois ela morava no outro lado da cidade. ela mando eu vir de salto alto pois ela tinha meias arrastão para nós duas usarmos. no dia 10 eu ja estaria la. Cheguei la de vestido longo ela começou a rir e disse que nós duas iriamos parecendo duas putinhas foi ae q ela me deu uma micro blusa que parecia mas um sutiã e uma microsaia que andando dava para ver a poupa da minha bunda ela se vestiu tbm e antes de sair ela me deu uma dose bem grande de caipirinha eu disse q não ia tomar pois sou evangélica e ela falou hoje vc é uma putinha no cio e vai se divertir e me fez tomar um grande gole nossa desceu ardendo pela garganta seguindo de um sabor doce muito gostosa fiquei tomando e ficando mais solta descontraída ai ela perguntou se eu era feliz no casamento e se meu marido tinha uma mala grande eu comecei a rir e disse que era muito pequenina uns 11 cm dura e fininha ela sorriu bastante e falou deve ser irmão do meu marido ele tem 16 cm mas goza rápido tbm falando isso ela colocou a mão na minha xaninha e disse nossa ta cabeluda vc nao pode sair assim menina mandou eu tirar a calcinha e senta comas pernas bem aberta q ela iria me depilar achei estranho ela disse não pensa q sou sapatão tá nisso rimos bastante sentei a me arreganhei no vaso sanitário ela começou a me depilar e quando terminou ela mandou eu me levantar e depilar ela tbm fiz meio sem graça ae ela disse vamos sem calcinha ta louca vamos nós vamos de mascara e ninguem vai saber medrosa e vamos ninguém vai saber relutei acabei topando antes de sairmos ela ficou na minha frente e tirou minha blusa fiquei com os seios de fora ae ele chupou os dois q ficaram bem durinhos e bicudos ela disse ae sim ta mais safada pediu para eu fazer o mesmo com ela, saímos de 9:00 hrs da manhã com a mascara no rosto nos duas e os homens nos cantado de tudo q eles queriam nossa gostosa, putinhas e etc fomos pegar um ônibus eu falei vamos de uber ou táxi ela disse não hoje vamos ser putinhas entramos num ônibus lotado ela ficou do meu lado na outra parada subiu um grupo de 5 homens logo nos cercaram e ficaram atras de nós quando olhei para Carmem ela tava com os olhos arregalados sem saber o q fazer os coroas começaram a apalpar nos duas ae senti o pau do velho pulsando no meio das minhas pernas e minha xaninha ficou sob ele pulsando nela ae ele falou para os outros ta sem calcinha o outro disse essa aqui tbm eu e Carmem ficamos desesperadas pois eles estavam puxando nos duas para descer com eles, gritamos ae eles nos soltaram descemos duas paradas depois deles. No centro estava cheio de pessoas brincando começamos e conversar Carmem disse q o cara tava quase entrando nela eu tbm ficou na entrada molhei o cabeção dele de tanto tesão começamos a rir no meio do bloco nossa muitas maos bobas um coroa me segurou pela cintura e ficou atras de mim dançando e encochando de leve e o amigo dele fazendo o mesmo com a Carmem, ele virou de frente para mim e pois as mãos na minha cintura e me puxou dando um beijo forçado tentei sair mas ele disse é carnaval aproveita gostosa nisso aproveitei e beijei o negão a mão boba dele apertou meu bumbum e a outra segurou meu seio olhei a Carmem tava aproveitado tbm com negão quando a musica parou nos separamos o sr se apresentou como Manoel e o outro com José que eles eram de Salvador nos convidaram para ir no camarote onde eles estavam com mais um amigo chegamos la eles nos ofereceram uísque aceitamos e fui bebendo comecei a ficar mais solta e tonta apareceu o outro amigo deles, apresentaram ele com Felipe Pé-de-mesa e começaram a rir.e conversamos sobre varios me perguntaram sobre minha tara sexual eu falei q gostarias de ser abusada e que o homem me domestica-se como um animal selvagem ser autoritario mandao pois meu marido era paciente um bundao eu tinha tezão em ser obrigada a fazer sexo apanhar para obedecer Carmem falou q gostaria de ficar com dois e ser fodida muito e ficar toda gozada com espermas correnda da sua bucetinha pois nunca tinha traido o marido e tinha muita vontade de trair ele conhecer homens q fizem sexo gostoso nao na mesmice q nos duas viviamos, chegou minha vez de perguntar peguntei ao Felipe pq o Manoel chamou ele de Pé-de-mesa ele sorriu e disse 25 cm de pau duro eu disse mentira ninguém tem um desse tamanho nisso o Felipe me puxou para o canto para ninguém ver tirou o caralho das calças e me mostrou parecia aquelas bananas q se cozinha grande e grossa curvada para cima e um cabeção ele pegou minha mão e me obrigou a pegar no P dele nossa (isso me deu um tesão danado fiquei toda molhada)pulsava, me puxou ao seu encontro e me abraçou e fiquei com ele no meio das pernas e me deu um beijo bem demorado e fiquei meio tonta o cabeção na entrada da minha xoxotinha o Manoel tentou chupar os seios da Carmem ae veio um fiscal e disse q nao era permitido expressões eróticas no camarote, se acalmaram eu falei para ir embora pois não sou acostumada a beber já estava de noite eles nos abraçando e disse que levaram ate o ponto de ônibus no caminho Felipe disse q ia mijar e entrou no beco demorou um pouco depois veio e perguntou se estávamos com fome e falei q sim Carmem tbm vamos comer do outro lado desse beco tem um restaurante falou O Felipe entramos no Beco nossa muito escuro ja passava das 18:00 hrs entramos na frente os 3 vieram atras o beco fazia uma curva largo sem saida com dois bancos de cimento um de frente para o outro com pouca iluminação nisso o Manoel e o José encostou Carmem na parede um na frente e outro atras apalpando os seios por enquanto o grandão ficou observando se vinha alguém entrar no beco sem saida nisso Carme foi aguarrada por tras pelo José enquanto o Manoel arrancou a blusa dela e chupava os seios dela ele sentou no banco e o José mandou ela chupar o Manoel pau grande e grosso ela se curvou sem se ajoelhar com o José atras dela segurando ela enquanto Carmem começou a chupar o Manoel o José se ajoelhou atras dela e meteu a língua nela por trás fazendo ela gemeu de tesão Manoel segurava os cabelos dela fazendo ela engolir o pauzão dele quando tentei correr o Felipe me segurou e me arrastou ate o banco me colocou sentada no banco se ajoelhou colocou minhas pernas sobre seu ombros e ficou com a cabeça bem no meio da minha xotinha deu uma linguada que fui no céu e voltei de tanto tesão nunca tinha sido chupada na vida começou a chupar em segurei a cabeça dele para ele não sair Carmem estava gozando na boca do José e o Manoel já tinha gozando na boca dela e eu gemendo alto na boca do Felipe ouvimos passos entrando pelo beco levantamos . era som de pessoas q passavam perto do beco nao entrou ninguém, nisso o José parou de chupar a Carme e ela continuava a limpar o pau do Manoel ele ficou de pé e cuspiu na cabeçona do pau dele e começou a pincelar o pau na xoxotinha dela e foi entrando ela gemendo de 4 e continuou a chupar o Manoel q ja estava de Pau duro denovo José disse nossa vc é apertadinha socando devagar e ela gemendo o Felipe se levantou e me fez eu ficar sentada e ele mandou eu chupar o caralho dele “Puta chupa teu macho” e segurou meus cabelos com a mão e fez eu chupar a cabeçona dele puxava com força meus cabelos e eu fiquei chorando ele me deus umas tapas no rosto e mandou eu ficar calada e obedecer eu disse q com violencia eu nao faria nada e iria gritar ae mal terminei de falar e me deu um tapa q no rosto q me mijei toda e disse cala a boca sua puta vc vai chupar e fique calada vadia quando ele se preparou para dar outro tapa eu abocanhei o cacete dele curvado para cima e comecei a chupar-depois de alguns minutos chupado ele tirou a cabeçona da minha boca ae pude ver q a Carmem tava de 4 no banco e o José socando nela com força e rapidez por trás e puxando ela pelos cabeloscom uma mão e a outra batendo na bunda dela com força o Manoel por tras do banco e em pé dava de mamar a ela nisso o Felipe mandou eu me levantar e sentou no banco e mandou eu sentrar nele eu ia falar ele me deu outro tapa no rosto eu fiz logo o q ele mandava ele encaixou aquele monstro na entrada da minha xoxotinha e mandou eu masssagear o cabeção dele com a minha xoxota eu fiquei fazendo como se tive-se me masturbando com aquele caralho preto no meio de mim ele começou a chupar meus seios e morder os bicos deles e mandou eu beijar ele e chamar ele de mestre, o Felipe depois de muito tempo sarando na minha xaninha ele tentou entrar mas muito grossa não tava conseguindo entrar e me arregaçando ele mandou eu sentar e colocar as pernas no seus ombros e falou franguinha assada vai levar espeto nisso colocou o cabeção na entrada e forçou a entrada nossa tava perdendo a virgindade de novo foi me rasgando e arregaçando eu gemia chorava e pedia para ele ir devagar ele sentia muito prazer em fazer daquele jeito e não parou foi muito bruto ele tirou o cabeção e colocou com força entrou a metade ae ele tirou e colocou com muita força q senti bater no meu utero que dor berrei ele me bateu e mandou eu ficar calada tirou e colocou de novo com muita força e eu coloquei q mão na boca ficou fazendo isso por varios minutos depois q ele entrou tudo dentro de mim ele me segurou passando as mão pelas minha costa e me segurou e girou ficando sentado e eu por cima ae ele falou “fica kicando no meu pau puta” até eu gozar fiz o q ele mandou minha xoxotinha tava pegando fogo e ele mandou eu beijar ele, ficamos nessa posição de repente ele me segurou e girou denovo fiquei na posição de frango assado por uns 7 min ele enterrou tudo e gozou la dentro mesmo com o pau dentro ele gozou muito q o esperma tava saindo com o pau dentro eu tava segurando ele com minha pernas entrelaçada nas costas dele. olhei de lado e a Carmem tava sentada no coloco José Berrando e chorando pq o Manoel tava arrobando o cu virgem dela José segurava as nadegas dela abrindo para o Manoel penetrar ela melhor, o Felipe tirou o pau de dentro de mim e vi o estrago q ele fez ele puxou meus cabelos e disse puta safada me limpa rapariga e foi socando o pau na minha boca limpei toda rola dele fiquei com a boca com esperma dele ae ele mandou eu ir beijar a carmem na boca por tras do banco onde eles estavam ele veio por tras enquanto eu beijava ela e me penetrou visto q eu estava bem empinadinha e o pau dele curvado para cime foi entrando facíl na minha buceta cheia de esperma e arrombada o pauzao dele foi ficando mais duro e me segurou pela cintura e mandou eu continuar a beijar minha amiga neste instante senti o dedo dele entrando no meu cu q dor ele disse cuzinho virgem safada cuspiu ne meu anelzinho e ficou metendo o dedo polegar nele q ja tava ardendo muito ele tira o kct da minha xoxotinha e coloca na entrada do meu cuzinho eu comecei a implorar para ele não colocar nao adiantou ele foi introcuzindo mas como nunca tinha sido penetrado na minha vida tava muito apertado e machucou bastante ele ficou forçando tirou o pauzão e cuspiu de novo nisso os dois tnham gozado em Carmem o José mandou eu chupar o pau dele puxando meus cabelos para não tirar a boca do pau dele enquanto o Felipe me segurou pelas ancas e introduziu a cabeçona no meu cu gritei de dor mas ele ficou rindo e atolou tudo de uma vez a dor foi tanta q desmaiei quando acordei estava com ele metendo com muita força e rapido meu cu latejando e ele dando palmadas forte na minha bunda e a Carmem tava sentada no colo do José kicando com o pau dele no cu e chupando o Manoel eu nao aguentei tanta pressão chorava e peidava ele gozou muito com o caralho todo dentro do meu cuzinho arrombado ele tirou e disse ta arrombada kkkkkk em todos os buracos puta safada pensava q os coroas aqui não iam aguentar vcs duas safadinhas tomamos viagra e ver como estão duros Felipe puxou Cramem pelos cabelos e colocou o pauzão dentro da boca dela e mandou eu chupar a xoxota dela q tava cheia de esperma e engolir tudo se não apanharia denovo para obedecer Crmem deitada no Banco chupava o Felipe e eu do outro lado chupava a xoxotinha dela de 4 nisso o Manoel colocou o pau dele em mim nossa tava me alargando era mais grosso q o do Felipe agora tava entendendo pq ate na xoxota Carmem tava chorando eu ja tava arrombada fiquei mais ainda, demorou uns 5 minutos bombando na minha xota e disse rindo para o Felipe essa gosta de apanhar né vamos ver se ela aguenta tirou e foi enterrando eu pedia para ele não colocar ae ele segurou meus cabelos para eu nao sair e colocou com muita brutalidade gritei muito alto e chorava q nem um bb e me mijei de dor ele continuou bombando e batendo forte no meu bumbum pois pedia para ser castigada o José sentou no banco no meio de nos duas Carmem de 4 recebia o Felipe no rabo dela e nos duas ficamos chupando o josé enquanto eramos enrabadas gozaram dentro do nossos cuzinhos e o José no nossos rostos mandaranos ficarmos de 4 no banco e tiraram fotos dos nossos buraquinhos saindo espermas o Felipe disse: Cristine gozou bastante e realizou o sonho de ser estrupada e apanhou como uma puta que é vamos embora o José e as meninas ele falou “essas putas ae ela ganharam o q queriam porra kkkkkkkkkkk ” e os 3 nos levaram até o ponto de ônibus todas meladas de era 20:30 hrs quando tudo acabou nos beijaram e entramos no ônibus fedendo a espermas nos duas dos nossos buracos escoria espermas. Carmem falou adorei ser mulher objeto pelos velhos rsrsrsrsrsrsr, e estávamos felizes apesar de sermos usada pelos safados coroas baianos. Hoje sinto muita falta dos pauzão deles pois agora fico so com meu maridão de 11 cm vivo sonhando com o Felipe q me fez mulher.

5 thoughts on “Primeira Aventura de uma evangélica e sua amiga

  1. Vi o relato e me interessei.Não quero ficar vendo fotos ou vídeos.Quero conhecer mulher com a xaninha molhada para eu cair de lingua e enfiar meu pinto duro.
    Procuro mulher fogosa ou casal liberal cujo marido queira ver sua amada transando comigo. são paulo capital e interior de sp, campinas e viajantes.
    Tenho local mas posso ir até vc
    Não quero prostituição, baixarias e sexo virtual.
    Contato inicial pelo e mail
    [email protected]
    homem gostoso arroba bol ponto com ponto be erre

  2. Oi delícia! Que conto maravilhoso. Me chamo Carlos. Sou de Recife também e, gostaria de te encontrar e te fazer gozar bastante , você e sua amiga. Chama no WhatsApp 81 988210994

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *