Tirei a virgindade de minha melhor amiga

Olá tudo bem? Começar me apresentando, tenho 1,75 de altura, moreno, olhos escuros. Ela tem 1,65 de altura, loira, olhos claros, bunda redondinha.

Era um sábado de manhã, estava um dia frio, então chamei minha melhor amiga para ir tomar chocolate quente em uma padaria, ela aceitou e saímos às 9:30 da manhã, passamos a manhã no centro da cidade visitamos algumas lojas e tomamos o chocolate quente.

Quando fui deixá-la em sua casa na hora de despedir demos um abraço e eu comentei que ela estava cheirosa, ela me agradeceu e entrou e eu fui pra casa.

No mesmo dia as 18:00 ela me disse que estava sozinha em casa e me chamou pra jantar, eu aceitei e fui. Chegando lá entrei e ela me serviu uma taça de vinho, e foi preparar a janta, conversamos durante muito tempo e depois jantamos.

Após a janta fomos assistir uma série que nos dois gostamos, como éramos amigos muito próximos, ela se encostou em mim para assitir. Eu já estava com tesão, sempre quis transar com ela, então após algum tempo fui levando lentamente a minha mão até sua coxa.

Fui deslizando a minha mão até chegar ao lado da boceta, ela se virou e me olhou sorrindo e disse:

– Você é muito tarado.

Eu dei risada e levei lentamente minha boca a ela e quando cheguei perto disse:

– Voce não viu nada ainda.

Então a beijei lentamente, ela começou a corresponder e eu fui levando minha mão até em cima de sua boceta. Parei de beijar levantei do sofá, tirei seu vestido deixando-a somente de calcinha e sutiã me despi e me ajoelhei em suas pernas.

Beijava suas coxas, a boceta por cima de sua calcinha, beijava sua boca, tirei o sutiã e chupava seus seios, depois beijava a novamente. Até que tirei a calcinha e comecei um oral, ela começou a gemer baixinho e depois de umas chupadas e lambidas gozou.

Depois levantei e fiz ela me chupar, começou devagar e tímida, até que foi se soltando, já estava louco pra comer ela, aí falei:

– Na cama é melhor.

E fomos para o quarto, deitei ela na cama beijei-a, comecei roçando meu pau em sua buceta, até que comecei a meter só a cabecinha e depois tirava.

Após isso comecei a penetrar lentamente, ela gemeu de dor e pediu pra parar, eu falei que ia deixar dentro pra ela se acostumar e comecei a beija-la.

Quando já se passou uns minutinhos comecei o vai e vem bem devagar, e ela começou a gemer bem baixinho, fui aumentando a velocidade gradativamente, e seus gemidos foram me acompanhando, até que tinha chegado um momento que eu estava bombando e ela gritava de dor.

Fiquei penetrando nela até que ela gozou novamente, tirei meu pau, arranquei a camisinha e enfiei a rola na boca dela, fiz ela chupar até que gozei na boca dela e falei que ela tinha que engolir. Ela engoliu mas fez uma cara de nojo e disse que estava muito ruim, eu falei que acostumaria, deitamos e dormimos.

Se gostaram do conto deixem seus comentários e se quiserem falar comigo mandem um email, tudocontos gmail.com,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *